A crença popular de que o café preto, forte e sem adição de açúcar pode curar a ressaca é muito presente no nosso cotidiano, mas será verdade mesmo? Como isso ocorre e o que reforça essa ideia?

Efeitos divergentes

O principal efeito do álcool no organismo é a redução da atividade do sistema nervoso central, que dificulta a comunicação entre os neurônios do cérebro e resulta na falta de coordenação motora, sonolência e desequilíbrio.

Em contrapartida, a cafeína presente no café possui justamente os efeitos opostos, intensificando sinapses entre os neurônios e, desta forma, diminuindo a sensação de cansaço e problemas relacionadas a memória.

Riscos com a falsa sobriedade

Vale lembrar que a cafeína também apresenta propriedades analgésicas, mas que os efeitos do álcool não são completamente neutralizados. A bebida alcoólica ainda precisa ser digerida.

Um lata de cerveja ou uma taça de vinho, por exemplo, levam, em média, cerca de uma hora para serem digeridas e a cafeína não acelera essa metabolização. Por esta razão, a sensação de “tontura” permanece mesmo após a ingestão do café.

Com os efeitos do álcool mascarados, muitas pessoas acreditam poder realizar ações que não seriam recomendadas para pessoas alcoolizadas, como dirigir, colocando a própria vida e a de outras pessoas em risco.

Aliviando os sintomas da ressaca

Caso queira aliviar os sintomas da ressaca, como dor de cabeça, sonolência e até de coordenação, a ingestão do café deve ser realizada sem açúcar, já que a substância dificulta a absorção da cafeína pelo organismo.

Também é recomendável o consumo de água em abundância para reidratar as células, pois ambas as substâncias são diuréticas.

Fontes: https://super.abril.com.br/saude/os-efeitos-do-cafe-no-corpo-humano/
https://www.uc.pt/bcsuc/Documentos/farmacologia
https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/02/150207_vert_fut_cafe_alcool_ml
https://super.abril.com.br/mundo-estranho/beber-cafe-realmente-diminui-a-embriaguez/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *